• facebook
  • Delicious
  • RSS
  • Facebook
  • Twitter

Técnicas de Desenho - para iniciantes

 Gente de todas as idades, pessoas gordas, magras, altas, baixas, fracas e fortes; algumas têm mãos maiores, narizes maiores, caras arredondadas, rostos finos... Por isso, cada um deles guarda suas próprias regras de estruturação. Além disso, o bom desenhista precisar imprimir personalidade às figuras humanas sejam elas super-heróis, grotescos ou pessoas comuns. A estruturação é uma ferramenta muito preciosa que não deverá ser negligenciada.

No universo dos super-heróis também existem aqueles que chamamos degrotescos, cuja anatomia desvia-se do padrão de idealização (perfeição) dos super-heróis; o Coisa (do Quarteto Fantástico), o Hulk e o Fera (dos X-Men) são apenas alguns exemplos. Estas figuras são deformações da anatomia realista, mas mesmo elas obedecem às suas próprias leis dentro da estrutura de proporção. Vamos falar um pouco disso mais adiante.

As formas geométricas simples são ferramentas poderosas na fase básica da construção das figuras, principalmente para que você consiga manter asproporções características do personagem, auxiliando nos exageros e nas deformações das figuras. Costuma-se pensar que este recurso é usado apenasna estruturação das figuras consideradas estilizadas, mas não é verdade. Este recurso de estruturação é muito valioso seja qual for o estilo de desenho que você, como artista, deseja utilizar.

Em alguns casos, estas formas geométricas simples são colocadas sobre o Jeremias, depois que já foram definidas as posturas básicas e a dinâmica de movimento dos personagens, para que os movimentos permitidos pelas formas correspondam ao que se espera da figura humana. O primeiro passo é fazer um desenho bem solto, priorizando estes movimento, só depois coloca-se as formas geométricas, para que se mantenham as proporções específicas de cada personagem.


Acima o personagem Hulk em sua estrutura de formas geométricas – que ajuda a manter as proporções características mesmo sendo ele grotesco.


Aqui, o processo de criação da postura básica e da dinâmica de movimento do personagem. Em um primeiro momento vemos os processos em separado e depois a imagem de como o artista executa o trabalho.



Incluímos agora as formas geométricas, que vão assegurar as leis de proporção específicas do personagem em questão.




Finalmente a definição das formas mais detalhadas do personagem. E depois, a figura com formas um pouco mais detalhadas em separado (sem as formas de construção) para sua visão mais clara da forma final que o personagem terá.

Aqui, a finalização da figura.


Agora, só de brincadeira, nosso personagem com sua cor característica!

Todo este processo, embora você possa achar exagerado ou desnecessário, é importantíssimo para a manutenção das proporções de qualquer um de seus personagens, idealizados ou grotescos... tente fazer o exercício!

ARTES  – MARCELO CAMPOS

0 comentários:

Postar um comentário

 

Quem sou eu

Este grupo tem como intuito incentivar a Arte à Mão Livre

Seguidores